A ansiedade noturna é causada pelos altos níveis de estresse que geramos durante o dia. Estresse esse que pode ser a soma das tensões nas duas áreas, família e trabalho, ou até mesmo aparecer sem que possamos identificar o motivo. É caracterizado por preocupação e nervosismo que aparecem quando chega o momento de descansar, devido às dificuldades para se desconectar dos problemas ao se deitar. O excesso de trabalho durante o dia e os problemas emocionais são as principais causas da preocupação.

Durante a noite a maioria dos nossos problemas não podem ser resolvidos. Dessa forma, ficar remoendo os problemas aumenta a nossa preocupação e nos deixa alertas, um estado oposto ao que atrai o sono. Por outro lado, os altos níveis de ansiedade acumulados e experimentados durante o dia tornam as pessoas mais propensas à ansiedade noturna, elas tem dificuldades para dormir por causa da fadiga constante, baixo rendimento diurno e do desconforto que tudo isso implica..

Muitas vezes, a ansiedade se apodera de nós e assume o controle, nos levando a comportamentos que eliminam a emoção por alguns momentos, de modo que “retornam” mais tarde com mais força. Por exemplo, um desses comportamentos que cessa a ansiedade e faz com que ela retorne com mais força é “assaltar” a geladeira à noite.

Além disso, os sintomas da ansiedade quando tentamos dormir geralmente são precedidos de imagens de ansiedade anteriores (imagens de ansiedade diurna). Essas imagens geralmente são acompanhadas de taquicardia, uma sensação de angústia, um “nó na garganta” e um despertar assustado.

A Ajuda de um bom profissional auxiliará a encontrar as causas e conduzir ao tratamento adequado.

* FABIANA CASSIA PEREIRA é Psicóloga Clínica, Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental e atende na Bio Clínica.

 

 

Últimas notícias

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.
Entrar Mais tarde