Um grupo de alunos da Faculdade Quatro Marcos (FQM) estão insatisfeitos com a união de turmas de semestre diferente de cursos que são administrados pela Instituição de Ensino Superior.

Conforme João Paulo Salomão que é um dos estudantes que estão à frente do movimento contra a junção. “Eles querem colocar o quarto semestre no sexto, pulando etapas", explicou que no seu caso, que está cursando o oitavo semestre de Educação Física voltaria para o terceiro.

Para João Paulo a medida adotada pela Faculdade de Quatro Marcos é prejudicial aos acadêmicos. "Como você pode aprender fazer um coisa sem saber a teoria dela, pois têm matéria que é praticamente impossível você vivenciar ela sem ter aprendido a outra lá atrás, são pré-requisitos", afirmou.

O movimento contra a junção será realizada nesta sexta-feira (09), a partir das 19 horas na sede da Faculdade de forma pacífica. "Vamos mobilizar o máximo de estudantes possível e esperar uma resposta dos dirigentes da Instituição e saber de fato qual será o benéfico com essa junção", disse.

Segundo o acadêmico, com a medida adotada pela a instituição de ensino professores também correm risco de perder o emprego. "Isso seria para cortar gastos, mas será que eles não se preocupam com a qualidade do ensino que estão proporcionando pra gente", questionou.

 

 

Últimas notícias

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.
Entrar Mais tarde