A Polícia Militar prendeu nesta segunda feira (3), três pessoas suspeitas de integrarem uma quadrilha de assalto a banco no município de Mirassol d'Oeste, a 300 km a Oeste de Cuiabá. Outras cinco pessoas, da mesma quadrilha, também foram presas durante tentativa de fuga ao passar em um posto da Polícia Rodoviária Federal.

Os suspeitos invadiram a agência bancária da cidade e furtaram um cofre contendo armas e munições. Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, o gerente do banco percebeu que a central de monitoramento foi desligada, e rapidamente entrou em contato com a guarnição.

De imediato a guarnição se deslocaram para o local e percebeu a movimentação criminosa. Segundo a polícia, uma mulher loira identificada como Elisângela de Oliveira Preza, de 36 anos, avistou a viatura e se escondeu atrás de um caminhão.

Ao abordá-la, os agentes a interrogaram, e ela entrou em contradição na conversa. Em seguida, uma segunda mulher identificada como Ana Carolina Gomes Bueno, de 20 anos, apareceu e também foi abordada se contradizendo.

Por fim, as mulheres acabaram confessando que faziam parte da quadrilha e que tinham como função monitorar a chegada da polícia, enquanto cinco dos bandidos faziam o roubo na agência. Elisângela informou ainda que outro comparsa identificado como Rodolfo José Souza de Oliveira, de 24 anos, dava apoio ao crime em um Ford Fiesta.

Mediante a confissão, os militares entraram no banco para fazer a abordagem, mas os bandidos já haviam fugidos. No interior da agência os PMS perceberam que a quadrilha arrombou o cofre onde os vigilantes guardavam as armas de fogo, sendo furtados dois revolver cal. 38 e 22 munições cal. 38.

Em outra sala da agência os militares encontraram furadeira, lixadeira, e vários discos de cortes, além de luvas. Segundo a polícia, os bandidos conseguiram entrar pelo forro com a ajuda de uma escada. Nenhuma quantia em dinheiro foi levada da agência, apenas armas e munições, e não foram recuperadas.

Com a prisão dos três envolvidos, a Polícia Militar pediu reforço a PRF para encontrar os outros bandidos, rapidamente os federais conseguiram interceptar a outra parte do bando durante a fuga. Os nomes ainda não foram divulgados a imprensa.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu na manhã deste domingo (1) em Paranaíba, cidade distante a 406 quilômetros de Campo Grande, mais de 28 quilos de cocaína que estava escondida em um compartimento no painel de um Del Rey Belina.

Segundo informações policiais, equipe realizava ronda pela BR-158, sentido Cassilândia (MS), quando na altura da Vila Raimundo, visualizou um Del Rey Belina com placas de Mirassol D´Oeste (MT) estacionado às margens da rodovia.

O veículo era conduzido por um homem de 32 anos, que se contradisse sobre origem, destino e motivos da viagem. Desconfiados, os agentes iniciaram uma fiscalização minuciosa no automóvel e encontraram em compartimento oculto no painel, 21 tabletes de cloridrato de cocaína, que após pesagem totalizou 21,8 kg (vinte e um quilos e oitocentos gramas) de droga.

O condutor alegou aos policiais que pegou o veículo preparado na cidade de Mirassol D’Oeste e levaria até Aparecida do Taboado (MS), onde receberia uma ligação de pessoa desconhecida por ele, informando o local da entrega. Pelo transporte, segundo ele, receberia R$2 mil.

O homem foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil em Paranaíba, juntamente com o veículo e a droga. Ele poderá responder pelo crime de tráfico de drogas.

Um acidente envolvendo um veículo Chevrolet Cobalt, placa QCG-5010, e um Volkswagem Polo ocorreu na noite de ontem, por volta das 19h40m, no trevo que dá acesso a cidade de Araputanga. Segundo informações divulgadas pela Polícia Militar, felizmente não houve óbitos e os envolvidos foram encaminhados para atendimento médico na própria cidade. 

Entre os envolvidos está o proprietário da loja Casa & Cia de Mirassol D'Oeste. A identidade das demais vítimas não foi divulgada. As circunstâncias do acidente serão apuradas pela polícia. O estado de saúde das vítimas, apesar dos danos aos veículos, não é grave. 

Últimas notícias

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.
Entrar Mais tarde