Um homem de 40 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (23) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Várzea Grande/MT. Ele teria cometido tentativa de estupro contra uma mulher, que saltou do carro em movimento para escapar da agressão.

Um caminhoneiro viu o momento em que a mulher pulou de um Palio, no Trevo do Acorizal, na BR 364, em Jangada. O motorista anotou as placas do veículo e acionou o socorro.

A PRF foi comunicada e iniciou as buscas ao suspeito. Ele foi localizado já em Várzea Grande, por volta das 11h, dando carona para outra mulher. G.F.S. foi conduzido à Polícia Militar de Jangada.

A vítima precisou ser encaminhada para atendimento médico em Jangada. Ela contou que pegou carona com o suspeito na rodovia e ao perceber que seria estuprada, decidiu saltar do veículo mesmo em movimento para escapar.

O caso deve ser conduzido pela Polícia Civil de Rosário do Oeste.

Na manhã desta quarta-feira (8) , por volta das 9:15, Policiais Militares de Mirassol D´oeste foram acionados via 190, por um comunicante que relatou o roubo a uma chácara, de onde dois homens e uma mulher foram sequestrados.

Os criminosos roubaram um veículo Saveiro de cor branca, placas QBU-8082, vários objetos e aparelhos eletrodomésticos e eletrônicos.

O fato foi repassado de imediato a base do Gefron que constatou através do sistema de monitoramento de câmeras, que o referido veículo havia acabado de sair da BR-174 e adentrar a MT-265, estrada de casal Vasco, sentido Bolívia.

Uma guarnição do Gefron passou a realizar a diligência e encontrou o veículo roubado capotado perto da fazenda Morro Branco, onde um criminoso ficou gravemente ferido.

Outro criminoso acompanhava o carro e estava em uma motocicleta Honda Bros de cor branca, Placa- QBZ-0029, também produto de roubo ocorrido no dia 29 de abril, no Distrito de Aparecida Bela, quando uma propriedade rural foi invadida por criminosos.

As equipes do 17º Batalhão da PM de Mirassol d´Oeste se prontificou a realizar diligências, indo a casa das vítimas, onde familiares estavam apreensivos e sem saber do paradeiro dos entes queridos.

Foram realizadas buscas nas estradas rurais, onde a suspeita que as vítimas estivessem sido deixadas amarradas em meio ao mato. Por volta das 12:45, quando familiares se encontravam na Sede do 17º BPM, uma das vítimas conseguiu entrar em contato com um destes familiares, e informou que estavam todos bem, sendo que foram deixados amarrados a beira da rodovia –BR-174, próximo a Glória D´oeste.

Um morador da região encontrou as vitimas, e utilizou o seu aparelho celular para dar as informações de onde estavam. Parentes e uma Viatura da PM de Mirassol D´oeste se deslocaram ao local para resgatar as vítimas.

Um tio acusado de estupro de vulnerável contra duas sobrinhas foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta terça-feira (30.04), no município de Porto Esperidião (326 km a Oeste), em cumprimento de mandado de prisão preventiva.

O.B. de 51 anos teve a prisão decretada pela Justiça por abusar sexualmente de duas irmãs menores, com idades de 10 e 14 anos, respectivamente. O suspeito foi localizado em uma propriedade agrícola na região de fronteira, zona rural do município. Quando encontrado, ele trabalhava em um trator na fazenda, que fica na região de fronteira. O suspeito não esboçou reação.

As diligências iniciaram após a mãe das menores procurar o Conselho Tutelar em março, o qual acionou a Polícia Civil. De acordo com a vítima mais velha, desde os 10 anos de idade era molestada pelo tio.

A garota, que atualmente tem 14 anos, contou que um dia, na casa de sua avó e na ausência dela, o tio acariciou os seus seios e suas partes íntimas, bem como praticou conjunção carnal na irmã.

Entrevistadas na Delegacia de Polícia de Porto Esperidião, as duas meninas confirmaram com detalhes os abusos cometidos pelo tio. Elas também disseram que tinham medo de denunciar o agressor, pois eram ameaçadas de morte. As vítimas também foram submetidas a exames periciais para constatação dos fatos.

Com base no inquérito e indícios de autoria colhidos pela Polícia Civil, o Ministério Público representou pelo pedido de prisão preventiva do suspeito. A ordem de prisão foi decretada pela Justiça na segunda-feira (29.04) e cumprida nesta terça-feira (30), por policiais civis de Porto Esperidião, coordenados pelo delegado regional de Cáceres, Alex de Souza Cuyabano.

Conduzido à Delegacia de Porto Esperidião, O.B. foi interrogado e após transferido para uma unidade prisional.

Últimas notícias

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.
Entrar Mais tarde