Um adolescente de 16 anos levou uma facada no abdômen após se recusar a dançar com um homem em uma festa na comunidade rural Panorama, em Rio Branco, a 367 km de Cuiabá, nessa segunda-feira (17).

Ele foi encaminhado para o Hospital Municipal de Rio Branco, mas depois foi transferido em estado grave para o Hospital Regional de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, onde deve passar por uma cirurgia nesta terça-feira (18).

De acordo com a Polícia Militar, o adolescente estava na festa com os amigos dele e um homem, que ainda não foi identificado, o convidou para dançar e ele se recusou. Em seguida, o suspeito deu um golpe de faca nele e fugiu em direção a uma área de mata.

O adolescente foi socorrido por outras pessoas que estavam na festa e levado para o hospital.

Os policiais realizaram buscas pela região, mas o suspeito não foi encontrado. As testemunhas que estavam na festa disseram à polícia que não conhecem o suspeito.

Um homem de 44 anos foi preso em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, suspeito de tentar matar a ex-mulher esfaqueada, no domingo (16). De acordo com a Polícia Militar, o crime teria sido cometido na frente das filhas da vítima de 12, 6 e 3 anos.

A vítima estava na casa dela com as filhas, quando o ex-companheiro chegou e tentou esfaqueá-la.

A mulher conseguiu se defender com a ajuda de testemunhas. O suspeito fugiu do local e, segundo a vítima, não aceita o fim da relação. Ele foi encontrado escondido nos fundos de uma casa.

Por causa de ferimentos no rosto, a mulher foi encaminhada para atendimento médico.

O Conselho Tutelar foi acionado e ficou responsável pelas três filhas da vítima.

A Polícia Judiciária Civil do município de Mirassol D’Oeste efetuou a prisão de três mulheres, envolvidas com crimes de estelionato praticados na região. As suspeitas foram autuadas em flagrante durante ações deflagradas pela Delegacia de Polícia da cidade.

Na sexta-feira (14), C.B. de 65 anos e R.C.S., as suspeitas, que já eram investigadas por estarem usando documentação falsa para abertura de contas correntes bancárias foram surpreendidas no município de Curvelândia, quando tentavam movimentar uma conta corrente aberta no Banco Sicredi.

As duas foram autuadas em flagrante delito pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e uso de documento falso.

De acordo com o delegado Gutemberg de Lucena, a senhora C.B. por meio de documento falso em nome de uma terceira pessoa, realizou o cadastro na agencia bancária. Conforme apurado, as duas detidas tem residência em Cuiabá e possuem passagem pela polícia por crimes da mesma espécie.

"Por apresentarem documentação de identificação Civil duvidosa, havendo indícios de que sejam mãe e filha e terem feito varias vítimas em outras regiões do Estado, podem ainda responder por outros crimes no curso das investigações", disse o delegado de polícia Gutemberg de Lucena.

Após a confecção dos autos, a Polícia Civil representou pela conversão das prisões em flagrante por prisão preventiva das suspeitas C.B. de 65 anos e R.C.S.

A terceira prisão ocorreu na quinta-feira (13), ocasião em que M.F.R.S. de 46 anos, foi abordada quando vendia semijoias, que foram apropriadas mediante fraude junto a fornecedores em Cuiabá.

A suspeita é acusada de realizar cadastro usando nome de terceiro e ainda assinou notas promissórias para adquirir a mercadoria. No estabelecimento comercial foram apreendidas 122 peças avaliadas em cerca de R$ 24 mil.

Diante dos fatos, M.F.R.S. foi conduzida à Delegacia de Polícia e autuada em flagrante. A suspeita já possui passagem criminal por crimes de falsidade ideológica ao atuar utilizando inscrição como médica veterinária de outra profissional na cidade de Mirassol D'Oeste.

Últimas notícias

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.
Entrar Mais tarde