As Polícias Civil e Militar procuram informações para identificarem um criminoso que estuprou uma adolescente na noite desta segunda-feira, 25, por volta das 23 horas no bairro Alto da Boa Vista em Mirassol D´oeste, distante a 300 km da capital. O fato foi registrado na Delegacia de Polícia Civil pela própria vítima, que acionou a Polícia informando da violência sexual que sofreu quando retornava para casa.

Segundo o relato da jovem, de nome preservado, que possui 15 anos, a mesma havia ido a Praça do bairro Jardim São Paulo, onde permaneceu com amigos até por volta 23 horas e posteriormente decidiu ir embora sozinha para casa. A vítima teria seguido pela Rua Almirante Tamandaré sentido Centro e posteriormente pela Avenida Tancredo Neves até a Rua Paulino Moreira de Matos, que é a rua do fórum, entrando no bairro Alto da Boa Vista.

No Entroncamento com a Rua Deputado Airton Reis a mesma observou um homem de estatura baixa e moreno que encontrava-se pelas imediações, saindo da Rua Vicente Barbosa neto e começou a seguir a mesma. Posteriormente o criminoso conseguiu abordar a vítima, sendo que de início anunciando um assalto, mas depois continuo caminhando com a vítima passando por algumas ruas, até que um determinado a vítima tentou correr mas foi alcançada e impedida pelo criminoso.

O mesmo arrastou a vítima, sob violenta ameaça até uma área de pasto, onde em baixo de uma árvore praticou o estupro contra a menor. Após concretizar o ato violento o criminoso evadiu-se do local, saindo com a mesma do mato e deixando a vítima completamente transtornados pela violência que acabara de sofrer.

O criminoso não roubou nenhum pertence da vítima, que ainda recolheu sua bolsa e seu aparelho, sendo que antes de sair do local o suspeito ameaçou de matá-la caso ela contasse o fato ocorrido para alguma pessoa. Policiais estiveram no local onde constataram a vegetação amassada, por onde a vítima e o suspeito teriam passado, em direção a uma árvore, onde a mesma foi violentada.

A vítima que estava acompanhada de sua genitora foi encaminhada ao hospital Municipal Samuel Greve, onde passou por atendimento ginecológico, sendo constatado a violência sexual.

A jovem ainda recebeu medicamentos para evitar doenças sexuais e também fez o uso da pílula anti-concepcional ( "pilula do dia seguinte"), utilizada em casos de estupro, para evitar gravidez proveniente de violência sexual. Os policiais realizaram diligências porém até final da manhã desta terça-feira 26, não conseguiram nenhuma informação que possa levar a identificação ou prisão do criminoso.

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (20) a Operação Lagoa Verde, com o objetivo de combater os crimes de tráfico internacional de drogas e organização criminosa. Estão sendo cumpridos 18 mandados de prisão e busca e apreensão nos municípios mato-grossenses de Cáceres, Mirassol D’Oeste, Sinop, Tangará da Serra e Nova Xavantina e em São Paulo. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal de Cáceres.

No decorrer da operação, a Polícia Federal, juntamente com o Grupo Especial de Fronteira (Gefron), realizou duas apreensões de entorpecente em Tangará da Serra e Itauçu. Em uma das apreensões, mantida sob sigilo até a presente data, a PF e o Gefron localizaram 128 quilos de entorpecentes. A droga estava escondida em um matagal de uma fazenda em Tangará da Serra.

Como não houve prisões nem divulgação da apreensão, os supostos traficantes, ao perceberem o sumiço da droga, passaram a torturar um dos integrantes da organização criminosa, acusando o de ter furtado o entorpecente. A Polícia Federal e o Gefron precisaram intervir para impedir que o sequestrado fosse torturado até a morte, realizando a prisão dos torturadores.

Em outra apreensão, ocorrida em Itauçu/GO, os agentes federais e o Gefron acompanharam um veículo que transportava a droga desde a entrada no Brasil, que ocorreu por Vila Bela da Santíssima Trindade, até a cidade de Itauçu, onde foi realizado o flagrante no momento da entrega do entorpecente. A droga estava escondida nos quatro pneus do veículo. Na ocasião, os transportadores da droga e os compradores foram presos.

Os veículos da organização eram preparados para o transporte da droga por um integrante residente em Cáceres que foi preso na data de hoje. O nome da operação é uma alusão ao termo utilizado pela organização criminosa em referência à quantidade de dólares que era enviado para Bolívia em troca do entorpecente.

Foto ilustrativa.O furto foi informado à Polícia militar na manhã desta quinta-feira dia 7, pela própria vítima J.M.A.S.de 58 anos, que compareceu ao 17º BPM e relatou que sua caminhonete modelo S10 de cor preta com placas HRU-4499, havia sido furtada durante a madrugada.

Segundo a vítima relatou ao Fronteira Alerta, após mais um dia de trabalho o mesmo havia chegado em sua casa, localizada na Rua Luiz de Albuquerque e Cáceres, no bairro Alto da Boa Vista, em Mirassol D´Oeste, por volta das 20 horas quando deixou o veículo estacionado na calçada.

Ainda segundo o proprietário, este mesmo foi dormir por volta das 22 horas e não recolheu o veículo, que permaneceu do lado de fora da residência, onde foi subtraída por criminosos.

Na manhã desta quinta-feira, 7, ao se levantar cedo para ir trabalhar constatou que o veículo havia sido furtado durante a madrugada.

A vítima ainda relatou que não ouviu nenhum barulho e nem soube maiores informações que pudesse ajudar a identificar o horário preciso do furto bem como também característica dos envolvidos.

Os Policiais Militares repassaram as informações para demais unidades da região de Fronteira, inclusive para o Grupo Especial de Fronteira ( GEFRON), e iniciaram as diligências nas estradas vicinais que cruzam a região. O fato foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Mirassol D´oeste que passa a investigar o caso.

Gazin - Aniversário - 02

Últimas notícias

Gazin - Aniversário - 01
O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.
Entrar Mais tarde