Durante a cobertura da operação Onipresente, deflagrada hoje (13 de Março) pela Polícia Federal em Salto do Céu, o portal de notícias estadual Circuito MT adiantou que a operação também investiga servidores públicos de Mirassol D'Oeste, que podem estar envolvidas no esquema.

A operação Onipresente investiga a contratação ilegal de médico, que recebeu mais de um milhão de reais por meio de fraude, uma vez que era contratado, ao mesmo tempo, para prestar oito horas de serviços nas cidades de Salto do Céu - MT e Ariquemes - RO. O detalhe é que a distância entre as duas cidades é de pouco mais de mil e cem quilômetros.

Nesta fase da operação, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em uma residência, em um consultório médico e em uma das secretarias municipais de Salto do Céu. A Justiça Federal também determinou o bloqueio de 1,1 milhão de reais do médico (que não teve o nome divulgado), para ressarcimento dos danos causados à Salto do Céu.

O nome do médico bem como dos demais investigados não foi divulgado até a publicação dessa matéria.

 

 

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.
Entrar Mais tarde