Dois brasileiros moradores de Mirassol D'Oeste, a 329 km de Cuiabá, morreram no Hospital Regional de Cáceres, a 220 km da capital, após um incêndio na casa da deputada boliviana Ceidy Carreño, em San Mathias, na fronteira com Mato Grosso, nessa quinta-feira (2).

Segundo a polícia boliviana, a suspeita é que Thiago Garcia Galha, de 26 anos, um adolescente, de 17 anos, e o boliviano Rubem Osvaldo Hurtado Masab, de 31 anos, invadiram a casa da deputada para tentar cometer um assalto.

A deputada não estava em casa no momento da invasão.

Durante a tentativa de ataque, houve uma explosão na casa e as chamas atingiram um dos galões de combustível carregado pelos brasileiros. Segundo a polícia, o fogo se espalhou e queimou os próprios suspeitos.

A causa do incêndio ainda será investigada.

Além dos suspeitos, a funcionária da casa Zenaide Antunes Duarte, de 57 anos, foi atingida pelo fogo e está internada em estado grave.

Todos os atingidos pelas chamas foram atendidos em San Mathias. Depois dos primeiros socorros, os brasileiros foram encaminhados para o Hospital Regional de Cáceres.

Thiago Garci chegou no hospital com 90 % do corpo queimado, sendo queimaduras de segundo e terceiro grau. Ele recebeu socorro, mas morreu ainda na quinta-feira.

Já o adolescente morreu na manhã desta sexta-feira (3).

 

Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Cáceres.

A polícia boliviana informou que está investigando o caso e que não está descartada a possibilidade de uma tentativa de assalto.

O que é Urgente não pode esperar. Entre no nosso grupo do WhatsApp e receba nossas notícias em primeira mão!