Em rede social, prefeito em exercício é elogiado por comer marmita no trabalho, para não atrasar seus compromissos.

Enquanto o laboratório municipal terceiriza parte de seus exames médicos para a rede privada, por falta de insumos básicos, dados da contabilidade comprovam que a Prefeitura Municipal de Mirassol D'Oeste já gastou, nos quatro primeiros meses de 2019, um total de R$ 60.030,28 (sessenta mil, trinta reais e vinte e oito centavos) na compra de apresuntados, bolos, pães, mussarelas, salgados e tortas. 

Os dados foram obtidos por meio do Portal da Transparência e demonstram que a aquisição dos produtos se deu após a realização de licitação, onde venceu a empresa Panificadora Pão da Hora (Possavatz & Cia Ltda - ME) e que tem, desde então, fornecido os produtos sempre que há solicitação do órgão público.

O registro de preços é uma modalidade de licitação em que empresas interessadas informam os valores cobrados por item, vencendo aquela que fornece o menor preço. Por esta razão, não há ilegalidades na contratação e nem no pagamento destes produtos, embora as quantidades adquiridas chamem a atenção.

Segundo o levantamento, foram adquiridos 103 kg de apresuntado; 48 kg de mussarela; 301 unidades de bolos nos sabores cenoura, chocolate, laranja e comum; e 11.010 salgados, entre mini salgados, comuns e de massa folheada. Chama atenção, também, o pedido de 207 tortas com queijo de ricota que, sozinhas, custaram R$ 11.385,00 (onze mil, trezentos e oitenta e cinco reais).

No Portal Transparência consta os motivos de cada pedido de compra, que incluem eventos de assistência social, reuniões e outras atividades. Informações obtidas junto a funcionários da própria prefeitura, na condição de anonimato, dão conta de que o último evento organizado pelo município onde houve a aquisição de itens de padaria, foi a comemoração do Dia do Trabalho, comemorado em 1º de Maio.

Questionado se este evento foi bancado por meio da licitação com a Panificadora Pão da Hora, o prefeito em exercício, Fransuelo Ferrai, disse não saber se a conta seria lançada para pagamento pela contabilidade do município ou se seria feito uma espécie de "vaquinha" entre os envolvidos para o custeio da solenidade, se comprometendo a retornar nosso contato com estas informações, o que não ocorreu, até o fechamento desta reportagem.

 

 

Gazin - Melhor empresa (31/12)

Últimas notícias

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.
Entrar Mais tarde