Por decisão do Prefeito Municipal, o enfermeiro Hector Alvarez foi demitido da função de Diretor do Hospital Samuel Greve, ontem (31/01/19). Em pronunciamento nas redes sociais, o gestor justificou sua decisão pela necessidade de corte de gastos e anunciou que o cargo será acumulado pela atual Secretária de Saúde, a farmacêutica Marcela Colombo, filha do vereador Dario da Farmácia.

Logo após o anúncio da demissão, usuários do Samuel Greve tomaram as redes sociais com mensagens de apoio à manutenção de Hector Alvarez no cargo pois, segundo a população, tem exercido suas funções de forma competente, além de se diferenciar pela forma como trata os pacientes, descrita como "humana e atenciosa".

Descontentes com a decisão tomada, centenas de moradores organizam, para às 16h do próximo Domingo, dia 03/02, uma manifestação em forma de carreata, com saída da praça do Jardim São Paulo, onde pretendem chamar a atenção para o que consideram ser um erro da gestão municipal, uma vez que a troca de comando traria de volta sérios problemas ocorridos à època em que o hospital foi dirigido por outro profissional, nomeado por critérios políticos.

Por certo, a lei ampara o prefeito em exercício, que tem o direito de realizar a demissão. Por outro lado, com as manifestações a população espera lembrar ao gestor que este tem a obrigação de agir segundo a vontade popular, detentora do poder que lhe foi transferido por meio do exercício do voto!

Independente dos desdobramentos da situação, o fato é que a carreata pode vir a ser a coroação de um movimento espontâneo, onde a população se reuniu em torno de uma vontade em comum, para exercer o seu direito de, enquanto cidadã, cobrar sintonia entre sua vontade e os atos praticados por quem elegeu.

 

 

Últimas notícias

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.
Entrar Mais tarde