Nova rede do SAEMI irá melhorar abastecimento de água nos bairros Parque Morumbi II e III
Entrega da nova rede está prevista para o mês de setembro.  A equipe de expansão do Serviço Autônom...
Advogado oferece orientação jurídica gratuita a população carente
"Todo advogado tem a missão de ajudar a comunidade em que atua. Por isto, deve atuar também em favor...
PM de Mirassol D'Oeste apreende Hilux, após vistoriador da Ciretran constar que o motor estava cadastrado em veículo furtado
A apreensão ocorreu na tarde desta segunda-feira, 13, por volta das 17:50hs, durante uma vistoria La...
Mirassol D'Oeste: Prefeito convida população para audiência pública da Lei Orçamentária Anual 2019
A prefeitura municipal de Mirassol D’Oeste convida a população a participar da Audiência Pública par...
PROMOTOR NOTA DEZ: Em Mirassol, Justiça acata pedido do MPE e manda Estado e Detran dinheiro para reformar Ciretran
Crédito: IlustraçãoA Justiça acatou o pedido do Ministério Público Estadual e determinou que o Estad...
POLÊMICA: Concurso da PM do Paraná cobra 'masculinidade'
G1O concurso para cadetes da Polícia Militar do Paraná tem a masculinidade entre os 72 critérios de ...
Nova rede do SAEMI irá melhorar abastecimento de á...
Advogado oferece orientação jurídica gratuita a po...
PM de Mirassol D'Oeste apreende Hilux, após vistor...
Mirassol D'Oeste: Prefeito convida população para ...
PROMOTOR NOTA DEZ: Em Mirassol, Justiça acata pedi...
POLÊMICA: Concurso da PM do Paraná cobra 'masculin...

G1
Em dois minutos, virou uma tragédia." Foi assim que João Clodoaldo Guidini, de 56 anos, resumiu o episódio que terminou com um palhaço de rua internado em estado grave na UTI da Santa Casa de Mogi Guaçu (SP). Emocionado, o motorista contou ao G1 sua versão da briga, relatou que recebeu ameaças na cidade e que torce pela recuperação do artista de rua. "Estou orando para que ele se recupere."

Por telefone, Guidini contou que foi tirar satisfação com o palhaço após ele ter batido com o pino usado em malabarismos na porta do seu carro. E que, neste momento, percebeu a gravidade da situação.

"Procurei uma viatura para reclamar, mas não vi nenhuma. Fui falar com o palhaço, e ele disse: 'eu não tenho carro, o problema é seu'. Aí vi que tinha entrado numa fria. Resolvi sair e ele foi atrás. Dá para ver no vídeo. Ele me atingiu com o pino na cabeça, e eu reagi."

Guidini contou que esteve no IML nesta sexta-feira (11) para realizar exames e mostrar o ferimento na cabeça.

"Nunca briguei na minha vida, nunca tinha dado um tapa em ninguém. Não esperava que fosse acontecer isso na minha vida. A família inteira está abalada."

O motorista relatou que está sofrendo com cobranças, julgamentos e ameaças pela cidade, e que membros da família deixaram as redes sociais após enxurrada de comentários.

"Isso destrói a família. Tenho filhos, netos. Nem sei se eu deixo a cidade. Mas não vou fugir, não sou fugitivo", afirma, aos prantos.

Guidini completa dizendo que está na torcida pela recuperação do palhaço. "Estou orando. Quero que ele se recupere. É a vida dele em jogo, mas Deus é quem sabe."

O caso

Um palhaço de rua está internado na UTI na Santa Casa de Mogi Guaçu após se envolver em briga com um motorista na região central da cidade na tarde da última quarta-feira (9).

O circuito de segurança de uma ótica registrou parte da confusão e o momento da agressão. As imagens foram divulgadas na quinta (10). O artista de rua cai desacordado e bate com a nuca no asfalto.

João Guidini foi encaminhado a delegacia, ouvido e liberado após o registro da ocorrência como lesão corporal.

Destaques do Dia

Curtinhas

Variedades

Nacional & Internacional

Polícia & Judiciário

Curta-nos no Facebook