CURAR MALDIÇÃO: Pastor é preso por pedir fotos íntimas

G1
Um pastor evangélico foi preso preventivamente suspeito de pedofilia na noite de domingo (8) em Balneário Camboriú, no Litoral Norte. Segundo a Polícia Civil, a prisão foi expedida pela Justiça de Goiás.

A prisão ocorreu quando ele chegava para presidir um culto no Centro do município. O nome do pastor e o sexo e a idade da vítima não foram divulgados pela polícia.

Conforme os policiais, o pastor se utilizava da posição de religioso para manter conversas de cunho sexual e pornográfico por WhatsApp com a vítima e convencê-la a enviar fotos e vídeos sob o pretexto de que a curaria de uma maldição.