Obra mal planejada deixa crianças sem creche em Mirassol D’Oeste
Entre os dias 10 e 11 de outubro de 2018, estiveram em nosso município, técnicos da Associação dos M...
Mirassol D'Oeste: Secretário Municipal de Educação parabeniza os professores pelo o “Dia do Professor”
A Secretaria Municipal de Educação, Esporte, Lazer e Cultura de Mirassol D’Oeste/MT, por intermédio ...
Delegado e investigadores são presos por crimes de tortura em MT
Reprodução/InternetO Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), composto por membr...
Estabelecidas regras de acesso aos fóruns de MT
Foi publicada nesta segunda-feira (15 de outubro) a Portaria nº 1247/2018-DGTJ que institui o Serviç...
Ibope divulga pesquisa de intenção de voto para presidente no segundo turno
Instituto entrevistou 2.506 eleitores. O levantamento foi contratado pela TV Globo e pelo jornal ‘O ...
Procon de Mirassol D`Oeste multa Volkswagen e Trescinco em 84 mil reais, por descumprimento a lei consumerista
Consumidora comprou um veículo Cross Fox, ano 2017, na Concessionária Trescinco em Cuiabá. Com apena...
Obra mal planejada deixa crianças sem creche em Mi...
Mirassol D'Oeste: Secretário Municipal de Educação...
Delegado e investigadores são presos por crimes de...
Estabelecidas regras de acesso aos fóruns de MT
Ibope divulga pesquisa de intenção de voto para pr...
Procon de Mirassol D`Oeste multa Volkswagen e Tres...

G1
A empregada doméstica Elaine Cristina dos Anjos Barros, de 34 anos, foi localizada e presa em Santos, no litoral de São Paulo, após ter sido condenada por estuprar um adolescente, que na época do crime tinha apenas 14 anos. Segundo a polícia, a vítima foi violentada ao menos duas vezes pela agressora.

O crime ocorreu em 2012, mas Elaine era procurada desde novembro de 2017, após ser condenada a oito anos de prisão em regime semiaberto. Uma equipe da Delegacia de Investigações Gerais da cidade a localizou na noite desta segunda-feira (19), na casa onde vivia, no Morro São Bento.

Segundo informações da Polícia, na época do crime, a vítima era estudante e morava em uma casa vizinha à da empregada, então com 28 anos. Em depoimento, ele afirmou que por duas vezes esteve na residência de Elaine, em um intervalo de duas semanas, quando ocorreram os abusos.

Foi a mãe do estudante quem o acompanhou, após o ocorrido, até a Delegacia de Defesa da Mulher para relatar os fatos. O jovem disse que, na primeira visita, Elaine levantou a blusa e pediu para ele tocá-la nos seios. Depois, ambos mantiveram relação sexual sem preservativo.

O caso foi encaminhado à Justiça, que entendeu pela condenação da empregada doméstica. No segundo semestre de 2017, o Tribunal de Justiça confirmou a decisão já estabelecida pela 4ª Vara Civil de Santos, determinando a prisão de Elaine, que acabou localizada quatro meses depois.

A empregada doméstica foi encaminhada à DIG para prestar depoimento, e em seguida levada para a Cadeia Pública Feminina de São Vicente.

Destaques do Dia

Curtinhas

Variedades

Nacional & Internacional

Polícia & Judiciário

Curta-nos no Facebook