Nova rede do SAEMI irá melhorar abastecimento de água nos bairros Parque Morumbi II e III
Entrega da nova rede está prevista para o mês de setembro.  A equipe de expansão do Serviço Autônom...
Advogado oferece orientação jurídica gratuita a população carente
"Todo advogado tem a missão de ajudar a comunidade em que atua. Por isto, deve atuar também em favor...
PM de Mirassol D'Oeste apreende Hilux, após vistoriador da Ciretran constar que o motor estava cadastrado em veículo furtado
A apreensão ocorreu na tarde desta segunda-feira, 13, por volta das 17:50hs, durante uma vistoria La...
Mirassol D'Oeste: Prefeito convida população para audiência pública da Lei Orçamentária Anual 2019
A prefeitura municipal de Mirassol D’Oeste convida a população a participar da Audiência Pública par...
PROMOTOR NOTA DEZ: Em Mirassol, Justiça acata pedido do MPE e manda Estado e Detran dinheiro para reformar Ciretran
Crédito: IlustraçãoA Justiça acatou o pedido do Ministério Público Estadual e determinou que o Estad...
POLÊMICA: Concurso da PM do Paraná cobra 'masculinidade'
G1O concurso para cadetes da Polícia Militar do Paraná tem a masculinidade entre os 72 critérios de ...
Nova rede do SAEMI irá melhorar abastecimento de á...
Advogado oferece orientação jurídica gratuita a po...
PM de Mirassol D'Oeste apreende Hilux, após vistor...
Mirassol D'Oeste: Prefeito convida população para ...
PROMOTOR NOTA DEZ: Em Mirassol, Justiça acata pedi...
POLÊMICA: Concurso da PM do Paraná cobra 'masculin...

Luana foi reconhecida por uma guarnição da Polícia Militar que passava pelo local. A jovem foi encaminhada ao hospital Santa Rosa para fazer exames.

A jovem Luana Girotto de Melin de 15 anos que estava desaparecida desde o final da manhã desta quarta-feira (14) foi localizada por volta das 19h nas proximidades do Supermercado Comper, na avenida Fernando Corrêa. Ela teria sido encontrada há pouco "jogada no chão e grogue", segundo informou o pai da jovem,Wilson Melin, ao LIVRE.

“Achei ela jogada no mato, próximo da Fernando Corrêa, ali próximo do Comper. Aparentemente está com dor na perna, ela está toda suja, toda grogue...”, informou o pai da menina.

Luana foi reconhecida por uma guarnição da Polícia Militar que passava pelo local. A jovem foi encaminhada ao hospital Santa Rosa para fazer exames. Segundo o pai de Luana, a menina reclamou bastante de dores nas pernas quando foi encontrada por ele. Wilson não chegou a responder o motivo do desaparecimento da jovem.

O caso

A jovem saiu do Colégio Isaac Newton no fim da aula por volta das 11h30 da manhã. Ela ligou para o pai avisando que sozinha para casa porque a amiga com quem dividia Uber não foi até a escola nesta quarta. O pai estranhou a demora da filha e descobriu que o telefone dela estava desligado desde às 11h50.

“Todos os dias ela divide o valor do uber com uma amiga. Por volta das 11h30 ela me ligou dizendo que iria sozinha já que ela havia faltado hoje. Pedi a ela que me ligasse quando chegasse em casa e até agora não retornou e não deu notícias”, contou Wilson.

Luana e a família moram no Centro de Várzea Grande. O pai registrou a ocorrência na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Wilson disse que todos os colegas ajudaram nas buscas de Luana. “Um dos colegas, disse que viu quando ela saiu da escola. Normalmente, quando estão sem internet pedem para um ou outro contatar um Uber”, diz.

Nem a polícia nem os familiares de Luana explicaram o motivo do desaparecimento da jovem, que durou mais de nove horas.

Por: O Livre

Destaques do Dia

Curtinhas

Variedades

Nacional & Internacional

Polícia & Judiciário

Curta-nos no Facebook