OPERAÇÃO MIRÍADE: Policia Federal cumpre mandado de prisão em Mirassol D'Oeste
PF combate venda de terras da União e cumpre mandados em MTNo Estado, mandados são cumpridos em Mira...
Correção de notícia veiculada no dia 14 de novembro no site "Mirassol Urgente"
Na matéria intitulada “Mirassol D'Oeste: Novos ônibus da Educação foi adquirido com recursos do FUND...
Novos ônibus da Educação foi adquirido com recursos do FUNDEB, através de licitação legal
Os 4 ônibus escolares que chegaram hoje (14/11), para o transporte de alunos do município, com capac...
Prefeito Euclides Paixão acompanha obras de recapeamento no Jardim São Paulo
O Prefeito de Mirassol D’Oeste, esteve na tarde desta segunda-feira, 12/11, na rua 2, no Jardim São ...
A Prefeitura de Mirassol D'Oeste informa: Horário de expediente reduzido
Nesta sexta-feira, 16/11, as repartições públicas municipais não funcionarão. Todos os PSF's e a F...
Prefeito visita escola e PSF do Margarida Alves e ouve reivindicações de professores e funcionários
O prefeito Euclides Paixão esteve no assentamento Margarida Alves, distante cerca de 20 quilômetros ...
OPERAÇÃO MIRÍADE: Policia Federal cumpre mandado d...
Correção de notícia veiculada no dia 14 de novembr...
Novos ônibus da Educação foi adquirido com recurso...
Prefeito Euclides Paixão acompanha obras de recape...
A Prefeitura de Mirassol D'Oeste informa: Horário ...
Prefeito visita escola e PSF do Margarida Alves e ...

A estimativa para o salário mínimo em 2019, proposta em abril, foi reduzida de R$ 1.002 para R$ 998. A informação consta de nota técnica da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional que analisa o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentária para 2019.

Por lei, o reajuste do salário mínimo é feito com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), acumulada em 12 meses, acrescida da variação real do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país de dois anos anteriores. Assim, o salário mínimo de 2019 deve ser corrigido pelo INPC de 2018 e terá aumento real equivalente à taxa de crescimento do PIB em 2017.

Neste ano, o salário mínimo está em R$ 954.

Segundo a nota técnica, ao enviar em abril o projeto da LDO ao Congresso, o governo utilizou a estimativa de 3,8% de INPC para 2018, constante no Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do 1º Bimestre e, ainda, a variação real do PIB de 1% em 2017. No Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do 2º bimestre de 2018, por sua vez, o governo reduziu a estimativa de INPC para 3,3%.

Além da mudança na estimativa de inflação, para fazer a nova previsão, foi considerado o fato de a correção do salário mínimo de 2018 ter ficado aquém do INPC anual apurado. Assim, nesse cálculo, foi considerado o valor de R$ 956,40 para 2018. Sobre esse valor, foi aplicada a recente estimativa do INPC divulgada pelo Poder Executivo. Com isso, chega-se ao valor aproximado de R$ 998 (R$ 997,84).

Despesas

De acordo com a nota técnica, cada R$ 1 de aumento no salário mínimo gera despesas de R$ 303,9 milhões, sendo R$ 243 milhões de gastos previdenciários. Esse cálculo considera o impacto no caso de benefícios, como previdenciários e seguro desemprego, de até um salário mínimo.

O aumento previsto de R$ 954,00 para R$ 998,00 acarretará um impacto líquido de aproximadamente R$ 13,4 bilhões nas contas públicas.

LDO

A LDO define os parâmetros e as metas fiscais para a elaboração do Orçamento do ano seguinte. Pela legislação, o governo deve enviar o projeto até 15 de abril de cada ano. Caso o Congresso não consiga aprovar a LDO até o fim do semestre, o projeto passa a trancar a pauta.

Fonte: Agência Brasil

Destaques do Dia

Curtinhas

Variedades

Nacional & Internacional

Polícia & Judiciário

Curta-nos no Facebook