General Etchegoyen será novo Comandante do Exército

O presidente Michel Temer iniciou uma articulação sigilosa para a troca – com data ainda a determinar – do comando do Exército.

O general Eduardo Villas Boas deve sair em breve para tratar da saúde. Articula-se no Governo a promoção do general Sérgio Westphalen Etchegoyen, atual chefe do Gabinete de Segurança Institucional, para o Comando da Força. Ele é benquisto no Exército e já comandou o Estado Maior.

O desafio do Palácio é encontrar sucessor para Etchegoyen, considerado linha dura mas bom articulador. Ele restabeleceu o GSI e reformou a Abin, antes controlada pelo PT.

A informação está postada no site Coluna Esplanada, assinada pelo jornalista Lenadro Mazzini, um dos profissionais mais bem informados de Brasília.

Link original da matéria: https://cristalvox.blogspot.com.br/2017/04/general-etchegoyen-sera-novo-comandante.html

 O Cristalvox publicou na noite desta sexta, 28, a informação postada no site Coluna Esplanada de Leando   Mazzini,  que o Presidente Michel Temer "costura" a indicação do General  Sérgio Westphalen Etchegoyen para comandar o Exército, já que o General Eduardo Dias da Costa Villas Bôas  irá para reserva. O motivo da reforma de Villas Boas é a sua saúde.

 

O Critsalvox foi buscar no site do Palácio do Planalto, o curriculum de Etchegoyen.

 

O General ETCHEGOYEN nasceu na cidade de Cruz Alta – RS, em 1º de fevereiro de 1952, filho do General de Brigada LEO GUEDES ETCHEGOYEN e de LUCIA WESTPHALEN ETCHEGOYEN.

Ingressou no Exército Brasileiro em 1º de março de 1971, na Academia Militar das Agulhas Negras, sendo declarado Aspirante a Oficial de Cavalaria em 17 de dezembro de 1974.

Possui os cursos de Formação da Arma de Cavalaria; Manutenção de Material Bélico; Básico de Montanhismo; Aperfeiçoamento de Oficiais da Arma de Cavalaria; Comando e Estado-Maior; Política, Estratégia e Alta Administração do Exército.

Como oficial-superior foi Comandante da Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos das Armas (EASA), de 1993 a 1996; Assistente-Secretário do Ministro do Exército e do Comandante do Exército, de 1997 a 2000; e Oficial do Gabinete do Comandante do Exército, em 2003 e 2004.

No exterior, foi oficial do Estado-Maior da Missão de Verificação das Nações Unidas em El Salvador, entre 1991 e 1992, Chefe da Comissão do Exército Brasileiro em Washington - EUA, de 2001 a 2003, e realizou o Curso de Senior Leader Mission Course das Nações Unidas em Durban, África do Sul.

Como oficial-general comandou a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, em Dourados-MS, no biênio 2005 e 2006; a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, na cidade do Rio de Janeiro-RJ, de 2007 a 2009; a 3ª Divisão de Exército, em Santa Maria-RS, em 2011 e 2012. Em Brasília-DF, foi Assessor Especial Militar do Ministro de Estado da Defesa e Chefe do Núcleo de Implantação da Estratégia Nacional de Defesa, de 2009 a 2011, e Chefe do Departamento-Geral do Pessoal, em 2013 e 2014.

Dentre as condecorações nacionais e estrangeiras com que foi agraciado, destacam-se: Ordem do Mérito Militar, Ordem do Mérito da Defesa, Ordem do Mérito Naval, Ordem do Mérito Aeronáutico, Ordem do Mérito Judiciário Militar, Ordem do Mérito do Ministério Público Militar e Medalha Militar de Ouro com Passador de Platina.

O General ETCHEGOYEN é casado com a Sra ENEIDA FOGLIATTO ETCHEGOYEN. O casal possui três filhos: Leonardo, Juliana e Regina, e quatro netos: Rafaela, Guilherme, Rodrigo e Luisa.

Ao ser designado para o cargo de Ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, o General de Exército SERGIO WESTPHALEN ETCHEGOYEN ocupava o cargo de Chefe do Estado-Maior do Exército, em Brasília - DF.

Fonte: http://www.gsi.gov.br/ministro/biografia