Bolívia implanta hoje na divisa com Cáceres versão do 'Gefron'

Crédito: Victor Hugo

Cumprindo comprisso assumido com o comitê internacional de fronteira, a Bolívia, por meio do departamento de Santa Cruz, inaugura hojo, 26, em San Mathias, na divisa com Cáceres, um Centro de Segurança que abrigará militares para atuar no combate aos crimes transfronteríssos.

A inauguração do complexo conclído em março deste ano, será feita durante um encontro de segurança que contará com a presença do vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro e do governador de Santa Cruz, Rubén Costas Aguilera.

Conforme o interlocutor Victor Hugo Nin Saavedra,  com o centro, a Bolívia está cumprindo com os objetivos propostos no " Na Criação do 4º Comité de Fronteiras Brasil Bolivia San Ignacio, San Matías, BOLIVIA - Cáceres, BRASIL no ano 2000" de a melhorar as condições de trabalho dos servidores públicos para cumprir com os fins de brindar seguridade às povoações fronteiriça na luta contra o crime organizado e o intercâmbio de informações sobre as atividades de ilícitos que operam na Bolívia e no Brasil.

Segundo ele, foram graças a esse acordo que se dignificou aos povoadores fronteiriços de um trato mais humano, certamente que houve alguns excesos em alguns momentos mas se resolvem pelo diálogo e a vontade das autoridades locais de administrar justiça de maneira conjunta quando se tem por exemplo ocorrências de roubos ou atracos e que os delinquentes brasileiros logram fuir a Bolívia ou sobre reclamações para recuperar toda sorte de vehículos e maquinaria roubada no Brasil e que se encontra pode ser repatriado ao Brasil.

Victor elogiou o governador Rubens Costas por cumprir suas promesas de melhorar a qualidade da cidade de San Matias.

'É importante destacar a Rodoviária Internacional de San Matías; ruas e avenidas pavimentadas, a praça e agora a construção e entrega do maior prédio público da cidade de San Matias, sem dúvida a imagem de San Matias mudou muito depois da criação do comitê de Fronteiras, porque do lado boliviano ou país despertou a maioria dos bolivianos não sabiam onde se encontraba e às autoridades bolivianas só chegavam funcionários subalternos sem nenhum poder de decisão o simplesmente resolviam por radio o telegramas dando instruções e para o colmo tinham instituições que ignorabam às autoridades competentes locales e só faziam com certas autoridades para ter benefícios particulares na exploração mineira, madereira, o recursos biológicos, assim várias ONGs. vendiam a imagem de San Matías e a província Angel Sandoval que representa o 80 por cento do território do Pantanal Boliviano sem nada concreto de benefícios para as comunidades e o Município seria muito importante saber quanto de dinheiro externo foi financiado às diversas ONGs meio ambientalistas para crear proyectos com programas para proteger a biodiversidade?', questionou.

Ele ressalto que é importante destacar que o governo nacional já tem o estudo final da estrada pavimentada que unirá a San Inácio com San Matias.

'O governo nacional melhorou o sistema de comunicações atualmente as comunidades fronteiriças tem telefonia celular, financiou construção de escolas e colégios e postas sanitárias nas comunidades, com apoio do município a Bolívia logrou ajudar a mais de 3800 cirurgias oftalmológicas para brasileiros no hospital de San Matías dentro o Programa', acrescentou.

Por: Jornal Oeste