Nova rede do SAEMI irá melhorar abastecimento de água nos bairros Parque Morumbi II e III
Entrega da nova rede está prevista para o mês de setembro.  A equipe de expansão do Serviço Autônom...
Advogado oferece orientação jurídica gratuita a população carente
"Todo advogado tem a missão de ajudar a comunidade em que atua. Por isto, deve atuar também em favor...
PM de Mirassol D'Oeste apreende Hilux, após vistoriador da Ciretran constar que o motor estava cadastrado em veículo furtado
A apreensão ocorreu na tarde desta segunda-feira, 13, por volta das 17:50hs, durante uma vistoria La...
Mirassol D'Oeste: Prefeito convida população para audiência pública da Lei Orçamentária Anual 2019
A prefeitura municipal de Mirassol D’Oeste convida a população a participar da Audiência Pública par...
PROMOTOR NOTA DEZ: Em Mirassol, Justiça acata pedido do MPE e manda Estado e Detran dinheiro para reformar Ciretran
Crédito: IlustraçãoA Justiça acatou o pedido do Ministério Público Estadual e determinou que o Estad...
POLÊMICA: Concurso da PM do Paraná cobra 'masculinidade'
G1O concurso para cadetes da Polícia Militar do Paraná tem a masculinidade entre os 72 critérios de ...
Nova rede do SAEMI irá melhorar abastecimento de á...
Advogado oferece orientação jurídica gratuita a po...
PM de Mirassol D'Oeste apreende Hilux, após vistor...
Mirassol D'Oeste: Prefeito convida população para ...
PROMOTOR NOTA DEZ: Em Mirassol, Justiça acata pedi...
POLÊMICA: Concurso da PM do Paraná cobra 'masculin...

O efetivo empregado é de aproximadamente 400 (quatrocentos) militares.

O Exército Brasileiro e diversos Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização inicia, em 14 de maio, a OPERAÇÃO ÁGATA JAURU 2, que visa reduzir a ocorrência de crimes fronteiriços e transnacionais na faixa de fronteira terrestre, bem como aumentar a presença do Estado Brasileiro na região.

A OPERAÇÃO ÁGATA ocorre desde 2011 e tem como bases o Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF) (Decreto nº 8.903, de 17 de novembro de 2016), a Estratégia Nacional de Defesa (Decreto Nº 6703, de 18 de dezembro de 2008) e a Constituição Federal.

O efetivo empregado é de aproximadamente 400 (quatrocentos) militares, oriundos do 2° Batalhão de Fronteira (Cáceres-MT), do 3º Batalhão de Aviação do Exército sediado em Campo Grande - MS, da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, 44º Batalhão de Infantaria Motorizado, Posto Médico de Guarnição, 13º Pelotão de Polícia do Exército, 13º Pelotão de Comunicações todos localizados em Cuiabá-MT, do 18º Grupo de Artilharia de Campanha (Rondonópolis-MT) e do 58º Batalhão de Infantaria Motorizado (Aragarças-GO). As tropas do Exército atuam em coordenação com outros órgãos de segurança e fiscalização ou isoladamente na faixa de fronteira do Estado de Mato Grosso.

É importante salientar que as ações ocorrem de forma conjunta e integrada entre as Forças Armadas Brasileiras e outros órgãos federais e estaduais na faixa de fronteira. Assim contamos com o apoio da Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Grupo Especial de Fronteira, Polícia Militar Ambiental, Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso, Instituto de Defesa Agropecuária, Secretaria de Estado de Meio Ambiente, entre outras. A Seção de Comunicação Social do 2º Batalhão de Fronteira aproveita a oportunidade para convidar os veículos de comunicação para cobrirem a Operação.

Por: Assessoria

Destaques do Dia

Curtinhas

Variedades

Nacional & Internacional

Polícia & Judiciário

Curta-nos no Facebook