Carreata pró-Bolsonaro será realizada na tarde deste sábado em Mirassol D’Oeste
Apoiadores do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro estão programando para a tarde deste sábado, 2...
Mirassol D'Oeste: Beneficiários do bolsa família devem realizar pesagem obrigatória
Fotos: Arquivo A Secretaria de Desenvolvimento Social convoca os beneficiários do programa Bolsa Fa...
Mirassol D'Oeste: PM apreende adolescente com faca após tentativa de roubo de celular
Policiais Militares do 17º BPM de Mirassol D´Oeste quando realizavam patrulhamento ostensivo na imed...
Juíza Selma Arruda lidera carreatas e apresenta propostas na Região Norte
Foto em Cáceres As carretas Pró-Bolsonaro lideradas pela juíza Selma Arruda, candidata ao Senado, m...
Ciro ataca repórter durante comício em Boa Vista
O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, atacou um repórter durante comício em Boa...
Bolsonaro sobe para 33% dos votos; Haddad salta para 16% e empata com Ciro em 2º, mostra pesquisa
Candidato do PT ultrapassa Ciro Gomes numericamente com um salto de 8% para 16%, mas empatado ainda ...
Carreata pró-Bolsonaro será realizada na tarde des...
Mirassol D'Oeste: Beneficiários do bolsa família d...
Mirassol D'Oeste: PM apreende adolescente com faca...
Juíza Selma Arruda lidera carreatas e apresenta pr...
Ciro ataca repórter durante comício em Boa Vista
Bolsonaro sobe para 33% dos votos; Haddad salta pa...

Redação Só Notícias
Em boletim divulgado ontem, o Ministério da Saúde descartou o caso suspeito de febre amarela em Mato Grosso, que havia sido registrado entre julho de 2017 e janeiro deste ano. Em nota emitida no último dia 7, a Secretaria de Estado de Saúde (SES), informou que a notificação de febre amarela que constava no Sistema Nacional de Agravos de Notificação (Sinan) em 2016, referente a um paciente de 70 anos, do município de Comodoro, foi indevidamente confirmada.

De acordo com o setor de Vigilância Epidemiológica da SES, o paciente viajou ao estado de Minas Gerais e após 30 dias de seu retorno, os sintomas iniciaram e ele procurou atendimento médico no referido município. Diante dos sintomas apresentados houve suspeitas e para confirmação foram coletadas amostras para os seguintes exames: hantavírus, arbovírus, histoplasmose, aspergilose, leptospirose e febre mayaro.

O paciente ficou hospitalizado, recebendo atendimento e antes que fossem processados todos os exames, o mesmo veio a óbito. Dentre os procedimentos realizados o único que apresentou resultado positivo foi o de arbovírus com agente etiológico flavivírus. Com esse resultado positivo, a amostra foi testada especificamente para febre amarela IgM e o resultado foi recebido no dia 09 de janeiro do ano passado como não reagente.

A área técnica da SES, então, entrou em contato com o Escritório Regional de Saúde de Pontes Lacerda e com o município de Comodoro informando o resultado e orientando que a ficha fosse descartada do Sinan. No dia 25 de abril, as informações foram repassadas ao Ministério da Saúde, ao Controle de Operações Emergenciais em Saúde.

A Vigilância Epidemiológica informa à população que não há motivos para alarde em Mato Grosso. Porém orienta que todas as pessoas devem manter o cartão de vacina atualizado. As vacinas estão disponíveis gratuitamente na rede básica de saúde.

De acordo com o Ministério da Saúde, no período de monitoramento - de 1º de julho de 2017 a 28 de fevereiro de 2018 - foram confirmados 723 casos de febre amarela no país, sendo que 237 pessoas vieram a óbito.

Ao todo, foram notificados 2.867 casos suspeitos, sendo que 1.359 foram descartados e 785 permanecem em investigação neste período. De julho de 2016 até 28 fevereiro de 2017 foram confirmados 576 casos e 184 mortes registradas. As informações são da assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso.

Destaques do Dia

Curtinhas

Variedades

Nacional & Internacional

Polícia & Judiciário

Curta-nos no Facebook