Prefeitura visita área de instalação do frigorífico Minerva
O prefeito Euclides Paixão, acompanhado de médicos e por membros da equipe de governo, visitaram nes...
Torcedor tenta beijar repórter da TV Globo à força na Rússia
TerraUm novo caso de assédio contra as mulheres que trabalham no meio do futebol aconteceu neste dom...
Bola de fogo explode sobre a Rússia em plena luz do dia
GALERIA DO METEORITOUma bola de fogo super brilhante foi vista em plena luz do dia em várias cidades...
Delação vai implodir candidatura em MT
Uma colaboração premiada de um empresário de Cuiabá deverá sepultar a pré-candidatura do senador Wel...
Médico Veterinário toma posse como novo Secretário de Desenvolvimento Sustentável em Mirassol D’Oeste
O Prefeito de Mirassol D’Oeste, Euclides Paixão, deu posse nesta quinta-feira (21/06), ao Sr. José R...
Viúva da Mega-Sena é presa após 11 anos
G1Policiais civis da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) do Rio de Jan...
Prefeitura visita área de instalação do frigorífic...
Torcedor tenta beijar repórter da TV Globo à força...
Bola de fogo explode sobre a Rússia em plena luz d...
Delação vai implodir candidatura em MT
Médico Veterinário toma posse como novo Secretário...
Viúva da Mega-Sena é presa após 11 anos

Redação Só Notícias
Em boletim divulgado ontem, o Ministério da Saúde descartou o caso suspeito de febre amarela em Mato Grosso, que havia sido registrado entre julho de 2017 e janeiro deste ano. Em nota emitida no último dia 7, a Secretaria de Estado de Saúde (SES), informou que a notificação de febre amarela que constava no Sistema Nacional de Agravos de Notificação (Sinan) em 2016, referente a um paciente de 70 anos, do município de Comodoro, foi indevidamente confirmada.

De acordo com o setor de Vigilância Epidemiológica da SES, o paciente viajou ao estado de Minas Gerais e após 30 dias de seu retorno, os sintomas iniciaram e ele procurou atendimento médico no referido município. Diante dos sintomas apresentados houve suspeitas e para confirmação foram coletadas amostras para os seguintes exames: hantavírus, arbovírus, histoplasmose, aspergilose, leptospirose e febre mayaro.

O paciente ficou hospitalizado, recebendo atendimento e antes que fossem processados todos os exames, o mesmo veio a óbito. Dentre os procedimentos realizados o único que apresentou resultado positivo foi o de arbovírus com agente etiológico flavivírus. Com esse resultado positivo, a amostra foi testada especificamente para febre amarela IgM e o resultado foi recebido no dia 09 de janeiro do ano passado como não reagente.

A área técnica da SES, então, entrou em contato com o Escritório Regional de Saúde de Pontes Lacerda e com o município de Comodoro informando o resultado e orientando que a ficha fosse descartada do Sinan. No dia 25 de abril, as informações foram repassadas ao Ministério da Saúde, ao Controle de Operações Emergenciais em Saúde.

A Vigilância Epidemiológica informa à população que não há motivos para alarde em Mato Grosso. Porém orienta que todas as pessoas devem manter o cartão de vacina atualizado. As vacinas estão disponíveis gratuitamente na rede básica de saúde.

De acordo com o Ministério da Saúde, no período de monitoramento - de 1º de julho de 2017 a 28 de fevereiro de 2018 - foram confirmados 723 casos de febre amarela no país, sendo que 237 pessoas vieram a óbito.

Ao todo, foram notificados 2.867 casos suspeitos, sendo que 1.359 foram descartados e 785 permanecem em investigação neste período. De julho de 2016 até 28 fevereiro de 2017 foram confirmados 576 casos e 184 mortes registradas. As informações são da assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso.

Destaques do Dia

Curtinhas

Variedades

Nacional & Internacional

Polícia & Judiciário

E-mail urgente

Cadastre-se para receber notícias no seu e-mail. É grátis!