Prefeitura visita área de instalação do frigorífico Minerva
O prefeito Euclides Paixão, acompanhado de médicos e por membros da equipe de governo, visitaram nes...
Torcedor tenta beijar repórter da TV Globo à força na Rússia
TerraUm novo caso de assédio contra as mulheres que trabalham no meio do futebol aconteceu neste dom...
Bola de fogo explode sobre a Rússia em plena luz do dia
GALERIA DO METEORITOUma bola de fogo super brilhante foi vista em plena luz do dia em várias cidades...
Delação vai implodir candidatura em MT
Uma colaboração premiada de um empresário de Cuiabá deverá sepultar a pré-candidatura do senador Wel...
Médico Veterinário toma posse como novo Secretário de Desenvolvimento Sustentável em Mirassol D’Oeste
O Prefeito de Mirassol D’Oeste, Euclides Paixão, deu posse nesta quinta-feira (21/06), ao Sr. José R...
Viúva da Mega-Sena é presa após 11 anos
G1Policiais civis da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) do Rio de Jan...
Prefeitura visita área de instalação do frigorífic...
Torcedor tenta beijar repórter da TV Globo à força...
Bola de fogo explode sobre a Rússia em plena luz d...
Delação vai implodir candidatura em MT
Médico Veterinário toma posse como novo Secretário...
Viúva da Mega-Sena é presa após 11 anos

O secretário municipal de Fazenda de Mirassol D'Oeste, Eduardo Custódio Pinhal, e de outros 50 municípios participaram nesta sexta-feira (08), junto com representantes do Governo do Estado e do Tribunal de Contas (TCE) da cerimônia de criação do Fórum Técnico Permanente de Administradores Tributários e Financeiros do Estado de Mato Grosso. Na ocasião, uma Carta de Intenção foi assinada com os direcionamentos dos trabalhos a serem realizados pelo Fórum. O próximo encontro já está marcado para o dia 21 de setembro.

Serão criados três grupos de trabalho que atuarão com foco nos temas tributário, financeiro e transparência fiscal e serão compostos por representantes das 12 regiões de planejamento definidas por legislação estadual vigente.

Idealizado e coordenado pela Sefaz, o Fórum Técnico Permanente segue os moldes do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e congrega representantes dos 141 municípios. O objetivo é manter a cooperação entre Estado e Municípios, visando o enfrentamento e questões financeiras e tributárias de interesse das administrações.

“Com o Fórum teremos um espaço técnico para cooperação entre municípios e a Sefaz, para produzir conhecimento e informação para efeito de prestar melhores políticas públicas a partir de uma boa arrecadação e de melhor gasto público. É um trabalho que a gente espera que prospere, que seja mantido e que nasce hoje com a presença dos secretários municipais de finanças e prefeitos”, pontua o secretário de Fazenda, Rogério Gallo.

Em sua fala, o gestor destacou ainda que a ideia é abranger a gestão financeira, contábil e também tributária num ambiente permanente em que a transparência prevaleça. Para tanto o Fórum será baseado em cinco premissas, dentre elas o fomento à troca de experiências, ideias e propostas, com o objetivo de contribuir para o aperfeiçoamento do federalismo fiscal estadual e o incentivo à política de mútua colaboração estadual e municipal em matérias de política fiscal.

Para o Conselheiro do TCE, Luiz Henrique Lima, é fundamental para a eficiência tributária o diálogo aberto entre Estado e Município. “Vemos com bons olhos a iniciativa de organizar esse Fórum Permanente de diálogo entre a Sefaz e as secretarias municipais pela importância que esses órgãos têm e pelo cenário fiscal difícil que vive o país. É fundamental que exista esta articulação e nós do TCE estamos felizes de receber este primeiro encontro porque é temos consciência da importância de melhoria na arrecadação e sabemos que há um potencial muito grande de aprimorar a eficiência tributária de todos os entes”.

O secretário de Finanças de Campo Novo do Parecis, Jaime Luis Ott, também participou do evento e destacou a parceria do secretário de Fazenda, Rogério Gallo, e a abertura que a pasta fazendária tem concedido aos gestores municipais para que eles possam levar suas demandas até a gestão estadual. “É uma iniciativa louvável e acreditamos que será um elo forte entre Estado e municípios, independente de bandeira política. A nossa proposta para o secretário Gallo, enquanto municípios, é que essa abertura seja concedida de forma igualitária independente do tamanho da arrecadação municipal e questões ideológicas e partidárias”, disse Jaime.

Ainda participaram do evento a Procuradora Geral do Estado, Gabriela Novis Neves, o Secretário de Planejamento, Guilherme Muller, e os Adjuntos da Sefaz de Receita Pública, Último Almeida; do Tesouro, Francisco Serafim; de Atendimento ao Cliente, Maria Célia Pereira; de Administração Fazendária, Kleber Geraldino, e o Executivo, Basílio Bezerra.

O Fórum

Para operacionalizar os trabalhos, o Fórum Técnico Permanente de Administradores Tributários e Financeiros do Estado de Mato Grosso será formado por grupos de trabalhos que se reunirão a cada três meses.

Os grupos serão compostos considerando as 12 regiões de planejamento definidas pela Lei Estadual n. 10.340/2015, sendo: Noroeste I (Cidade polo: Juína); Norte (Cidade polo: Alta Floresta); Nordeste (Cidade polo: Vila Rica); Leste (Cidade polo: Barra do Garças); Sudeste (Cidade polo: Rondonópolis); Sul (Cidade polo: Cuiabá); Sudoeste (Cidade polo: Cáceres); Oeste (Cidade polo: Tangará da Serra); Centro Oeste (Cidade polo: Diamantino); Centro (Cidade polo: Sorriso); Noroeste II (Cidade polo: Juara); e Centro Norte (Cidade polo: Sinop).

Destaques do Dia

Curtinhas

Variedades

Nacional & Internacional

Polícia & Judiciário

E-mail urgente

Cadastre-se para receber notícias no seu e-mail. É grátis!