Mirassol D’Oeste: Administração municipal recebe visita da pré-candidata ao senado do estado pelo PSL, Selma Arruda

A Administração Municipal de Mirassol D’Oeste recebeu, na tarde desta quarta-feira, 25/04, a visita da pré-candidata ao Senado Federal pelo Partido Social Liberal (PSL), Selma Rosane Santos Arruda.

Ela foi recebido pelo prefeito Euclides Paixão, pelo vice-prefeito Fransuelo Ferrai, vereadores Ronan e Elton Queiroz, além de alguns admiradores da juíza aposentada, entre eles o octogenário Ozias Greve, um dos desbravadores de Mirassol D'Oeste.

Ela estava acompanhada pelo pré-candidato, de seu partido, ao governo do estado de Mato Grosso, Dilceu Rossato, por membros do diretório e de sua assessoria.

No encontro, eles discutiram projetos futuros para a cidade, fizeram referência à palestra que iria ser ministrada no Centro Comunitário, com destaque para corrupção.

Para o gestor municipal, a proposta administrativa de Dilceu Rossato, de uma política municipalista, poderia ser inovadora, como as que são aplicadas pelos Consórcios da região, que tem dado certo, corrigindo as desigualdades entre os municípios. “Tratando os municípios com proximidade, o Estado torna-se um grande indutor do desenvolvimento econômico, principalmente no empreendedorismo, na inovação, na competitividade, no agronegócio”, enfatiza.

Selma destacou que está fazendo uma peregrinação e aprendizado em todo o Estado de Mato Grosso. “Não venho com um discurso pronto. Estamos conversando com os vereadores, prefeitos e sociedade, para conhecermos sobre os problemas da administração pública”, disse.

Selma Arruda

A aposentadoria do juíza foi assinada pelo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), no dia 27 de março deste ano, onde assediada por vários partidos, se filiou pelo novo projeto do PSL, que tem como seu líder maior o pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro.

A magistrada ganhou notoriedade nacionalmente por atuar contra o crime organizado no Estado e expedir ordens de prisões como a do ex-governador Silval Barbosa e do ex-deputado José Riva.