Prefeito reúne secretariado e pede contenção de despesas

Na oportunidade, Francisco de Assis da Silva, consultor contábil, fez um relato da situação econômica, conforme os demonstrativos apresentados, explanando que as contas públicas de Mirassol D’Oeste ainda estão dentro das expectativas.

Em praticamente todos os municípios houve uma redução da receita por conta da crise nacional, onde a demanda é muito alta na manutenção do serviço publico. “É necessário e primordial aprimorar o planejamento a fim de conter despesas e ao mesmo tempo dar continuidade ao atendimento à sociedade”, enfatiza.

Segundo o Secretário de Fazenda, Eduardo Pinhal, tem havido uma grande redução dos repasses de tributos estadual e federal para o município. “Todo cidadão pode contribuir, onde somente o ato de pedir a nota fiscal nos estabelecimentos comerciais, incentiva a justiça fiscal, diminui a sonegação e aumenta a arrecadação do município, possibilitando que sejam atendidas as necessidades coletivas da sociedade”, explica o secretário.

O prefeito lembrou que a gestão tem feito um grande esforço para manter os salários em dia e a continuidade dos serviços essenciais, mas que, diante da demora da recuperação da economia e do aumento de despesas, é preciso economizar para cumprir esses compromissos. “Como forma de diminuir gastos, este ano não iremos realizar a Festa do Peão e o Feirart (Feira de Artesanato, Gastronomia, Festival de Danças e Teatro)”, disse.

Ficou definido que cada secretário fará o levantamento das despesas para observar os setores em que pode haver cortes. Os dados serão apresentados em nova reunião agendada para o dia 27 de julho.

Destaques do Dia

Curtinhas

Variedades

Nacional & Internacional

Polícia & Judiciário

Curta-nos no Facebook