Juíza Selma Arruda lidera carreatas e apresenta propostas na Região Norte

Foto em Cáceres

As carretas Pró-Bolsonaro lideradas pela juíza Selma Arruda, candidata ao Senado, mobilizou centenas de apoiadores nas cidades de Guaratã do Norte, Peixoto de Azevedo, Matupá e Cáceres neste fim de semana. A candidata também ouviu demandas da região e apresentou as suas propostas para o Senado Federal.

Em Guarantã do Norte (708 km de Cuiabá), na noite de sexta-feira (14.09), mais de 500 veículos cruzaram as ruas da cidade por mais de uma hora em uma grande demonstração de apoio à candidatura de Jair Bolsonaro e juíza Selma Arruda, ambos do PSL. Após a carretada, a candidata se deslocou para Matupá (681 km de Cuiabá) para reunião de lideranças e apresentou as propostas de campanha.

A juíza Selma Arruda observa que o apoio popular cresceu muito após o ataque covarde ao candidato à presidência Jair Bolsonaro, que foi esfaqueado durante um ato de campanha em Belo Horizonte. Ela também criticou o oportunismo de outros candidatos ao Senado aqui em Mato Grosso, que até dias atrás subestimavam a candidatura do presidenciável e agora tentam pegar carona na sua liderança nas intenções de votos em todas as pesquisas divulgadas.  

“Eu sou a senadora do Bolsonaro em Mato Grosso. Isso é preciso ficar claro. Infelizmente, candidatos da oposição tem tentado pegar carona neste trabalho de mobilização que iniciei lá atrás, antes mesmo de Bolsonaro ser atacado. Mas, os apoiadores e eleitores de Bolsonaro e meus também, sabem diferenciar os verdadeiros soldados do nosso capitão. Tenho recebido dezenas de pedidos para puxar as carreatas e vamos continuar”, destacou a juíza.

Na manhã de sábado (15.09), a carreata  foi em Peixoto de Azevedo (675 km de Cuiabá), após reunião na Associação Comercial com empresários, garimpeiros e representantes da sociedade local.  “Falta uma lei moderna e sustentável para a atividade de garimpo. Isso é em todo o país. Aqui em Mato Grosso não é diferente, então eu quero trabalhar um novo março regulatório para o setor, para melhorar as condições de trabalho de garimpeiros e aumentar a segurança jurídica  para os municípios que tem esse tipo de atividade como fonte principal de renda”, defendeu a candidata ao Senado.

Já em Cáceres (217 km de Cuiabá), na tarde de sábado, a juíza Selma Arruda foi recepcionada com uma carreata que saiu do aeroporto e seguiu até a praça Barão do Rio Branco, no centro da cidade, onde um ato público reuniu centenas de pessoas. A candidata relembrou o período que viveu na cidade, entre os anos de 1999 a 2004, e apresentou suas propostas para aumentar a segurança na fronteira.

“As nossas fronteiras estão descobertas. A gente precisa endurecer esta fiscalização da fronteira. Eu penso, inclusive, que com a colocação da Aeronáutica. E a Marinha para fazer a fiscalização fluvial. Nós temos grande parte da droga que vem pelos rios, porque pelas estradas não apenas o gasto é maior como também enfrenta a fiscalização. Vamos trabalhar no Senado para intensificar a fiscalização e combater essa criminalidade violenta”, disse a juíza durante ato político.

A agenda de carreatas da juíza Selma Arruda continua. Nesta segunda-feira (17.09), às 17h30 é a vez de Sorriso (398 km de Cuiabá); na terça-feira (18.09), às 17h30 acontece uma carreata e adesivaço em Sinop (500 km de Cuiabá) ; na quarta-feira (19.09) a carreata será em Tapurah (430 km de Cuiabá), às 19h.

Destaques do Dia

Curtinhas

Variedades

Nacional & Internacional

Polícia & Judiciário

Curta-nos no Facebook