Papelaria Risk Rabisk

Parcialmente nublado

28°C

Parcialmente nublado

Vereador posta vídeo se masturbando em escola pública

G1

Um vereador de Montadas, na Paraíba, publicou em uma rede social um vídeo dele se masturbando dentro de uma escola pública. O vídeo foi postado na terça-feira (19) e passou pelo menos 2 horas no perfil do parlamentar. O vereador Sebastião da Costa Silva (PSB) alega que não sabe como postou o vídeo e disse que "foi sem querer”.

No vídeo em uma postagem pública no perfil do Facebook dele, o vereador aparece se masturbando em uma sala da escola estadual Maria José de Sousa, que fica na zona urbana de Montadas. O vídeo teve duração de cerca de 30 segundos e foi espalhado em outras redes sociais depois da publicação, mesmo depois do vereador ter apagado a postagem.

O G1 entrou em contato com a Secretaria de Educação do Estado, mas até 12h30 (horário local) desta quarta-feira (20) não teve resposta sobre o assunto. A Polícia Civil informou que ainda não foi noticiada oficialmente do caso e por isso ainda não instaurou inquérito. O G1 não conseguiu contato com o Conselho Tutelar a cidade de Montadas.

O vereador Sebastião da Costa Silva assumiu que é ele quem aparece no vídeo e que o ato ocorreu dentro de uma sala da escola, onde estava só. Ele alega que não sabe como o vídeo foi postado e acredita que tenha ocorrido um toque indevido no “touch screen” da tela do aparelho celular dele, onde a rede social fica logada.

“Foi um equívoco que aconteceu. Nem todo mundo tem controle de manusear o aplicativo. Eu jamais iria publicar um vídeo para me prejudicar. Não mandei para ninguém. O ato normal, porque todo homem faz isso. O vídeo foi gravado em uma sala fechada, onde não tinha presença de ninguém, além de mim. Eu reconheço a falha (por ter feito o vídeo na escola), mas todo mundo que se colocar no lugar vai entender. Agora eu estou sendo vítima das pessoas que estão espalhando esse vídeo”, disse ele.

O vereador disse que estava na escola pública, pois teria participado de um evento no dia anterior e foi ao local para fazer uma limpeza. Sebastião da Costa Silva disse que pretende abrir ações judiciais contra as pessoas que salvaram o vídeo e postaram em outras redes sociais”, disse ele.

Pedido de cassação na Câmara de Vereadores

O presidente da Câmara de Vereadores de Montadas, Cássio Avelino (PSD), disse já foi protocolado um requerimento em repúdio a atitude do vereador e feito um pedido para abertura do processo de cassação do mandato do vereador.

Como o calendário de sessões ordinárias do ano foi encerrado nesta quarta-feira (20), segundo o presidente, as matérias devem ser apreciadas em uma sessão extraordinária até o fim do ano. Caso o contrário, os pedidos só vão entrar em pauta após o recesso da casa, que deve retomar as atividades em fevereiro de 2018.