Papelaria Risk Rabisk

Nublado

31°C

Nublado

ARAPUTANGA: Vereador afirma que verba indenizatória é para atender pedido de doação do povo

No momento em que vários municípios estão adotando medidas de contenção de gastos devido à crise financeira, com queda na arrecadação e comprometimento dos serviços públicos, os vereadores de Araputanga estão indo ao contrário a essa dura realidade.

Em sessão legislativa realizada na última segunda-feira (18), aprovaram um projeto, que aumenta a Verba Indenizatória em mais de 65%.  São R$1.000,00 por mês a mais para cada legislador, o que deverá onerar o cofre público em mais de R$ 130 mil por ano.

A aprovação do projeto, que será destinado para sanção do prefeito municipal provocou indignação à população, que através de manifestação em rede social e WhatsApp questionaram a atitude dos vereadores, principalmente o presidente da Câmara Oswaldo Alvarez de Campos Junior (PSB). “Para quem falou que abriria mão do salário de vereador, e ia doar o salário, porque não precisava e tal, é uma baita contradição", disse um dos membros do grupo de WhatsApp Popular Online.

O vereador José Vicente de Carvalho (Zé do Gezo) saiu em defesa do seu interesse. Ao ser questionado disse que o reajuste é para doação aos cidadãos pedintes que existe no município. "Esse não é um dinheiro para nós não, isso é para dar a vocês amigos e amigas, pois todo dia na rua é 20, 30, 50, é 100 e fora as consultas que nós ainda paga do nosso bolso", afirma em gravação que está sendo divulgada em redes sociais.

O vereador ainda ironiza ao atender o cidadão via telefone. "Você quer estar no meu lugar é muito fácil, ganha a eleição e venha ajudar o povo do município", disse ao informar que os vereadores passaram o dia de quarta-feira (20/09) na Câmara Municipal, discutindo assunto de interesse do município.

Ele finalizou dizendo que o reajuste não é inconstitucional ao destacar que a mais de seis anos a Verba Indenizatória está defasada. "Por conta de uma verbinha aí de mil reais, isso é legal, não é caixinha não e podem ir pra justiça", afirmou que o dinheiro é da Câmara Municipal e não do Município.

A redação tentou contato com o vereador mais não obteve exito.

Ouça o áudio:

 

 

Por: Popular Online