Papelaria Risk Rabisk

Nublado

31°C

Nublado

Mulher flagra marido aceitando se encontrar com 'menor de idade'

REDE TV 

Uma mulher que decidiu participar de um quadro feito por um canal do Youtube para identificar homens infiéis ficou em choque ao descobrir que o marido não tinha problemas em aliciar uma 'menor de idade'. Para tanto, os produtores escolheram uma atriz que se passou por uma garota que estava interessada nele, e não demorou muito para o homem demonstrar interesse nela. O caso aconteceu na Califórnia (EUA) e a matéria tem informações do Mail Online e do canal "To Catch a Cheater" (Pegando o Traidor, em tradução livre). 

Ellen, a esposa, pediu a ajuda do canal após começar a suspeitar do comportamento do marido. Eles disseram que um homem registrado como 'criminoso sexual' estava registrado no mesmo endereço deles. Quando ela confrontou o homem, ele disse que o caso "não era nada demais" e que "isso aconteceu há muito tempo". 

Apesar da desculpa, Ellen e os produtores do canal seguiram em frente, e flagraram com câmeras de vídeo o momento em que o homem é abordado pela atriz, que diz ter 16 anos e que ficou interessada nele ao vê-lo alimentando patos em um parque. "Eu estava entediada, no intervalo do almoço, e vi você aqui e te achei bonito", ela diz para ele. 

O homem, de início, não dá muita bola, mas a atriz continua pressionando e pergunta se ele gostaria de sair com ela algum dia. Ele diz que está 'meio que' namorando alguém, para o desespero da namorada, que assiste tudo pelo monitor. Ainda assim, ele pede o número dela e diz que os dois podem ser 'amigos'. 

Quando ela se despede e vira as costas para ele, ele nota o microfone acoplado na calça dela e vai até ela. A atriz consegue entrar no carro, mas o homem começa a bater no vidro, e a filmagem corta para a mulher. 

Os produtores perguntam se Ellen se sente traída, e ela responde: "Isso é o que ele faria e continuaria fazendo se não tivesse visto o microfone". 

No fim, o vídeo mostra que os dois continuam juntos e que estão fazendo sessões de terapia de casal. A reportagem do Mail Online diz que não conseguiu descobrir se o homem é um 'criminoso sexual registrado'.

Video: https://www.youtube.com/watch?v=pho64Me6yFE